::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::
 
::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::
Região da Campanha
 
Escolha a cidade ou região para localizar
Jornais, Rádios, Prefeituras e ver notícias locais.
 
 












  A - | A +
Região da Campanha
17/02/2017    Fonte: Prefeitura Municipal de Bagé
GERAL
Prefeitura inicia projeto de revitalização das margens do arroio Bagé na segunda-feira

BAGÉ - Na manhã de quinta-feira, dia 16, aconteceu, na Prefeitura de Bagé, uma reunião com representantes de diversos órgãos e secretarias municipais para tratar de medidas a serem colocadas em prática, a partir da próxima semana, para garantir a execução do Plano de Recuperação de Áreas Degradadas.

A ideia é iniciar um plano de ação ao longo do curso do arroio Bagé, pela região da Panela do Candal, já na segunda-feira, dia 20, com a participação conjunta de uma equipe multidisciplinar, composta por membros da Secretaria de Gestão, Planejamento e Captação de Recursos, da Secretaria de Meio Ambiente e Proteção ao Bioma Pampa, da Secretaria de Assistência Social, Habitação e Direitos do Idoso, da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana, da Procuradoria Geral do Município e da Coordenadoria Geral da Unidade de Controle Interno e Ouvidoria, com o apoio da Brigada Militar.
O grupo deve fazer uma nova notificação a todos os moradores residentes nesta área do arroio, considerada patrimônio histórico e de preservação permanente, expondo a situação perante a lei das moradias e da necessidade de se regularizar os casos ou de desocupação, remoção e realocação das construções por razões de ordem ambiental e de segurança, já que o local pode trazer o risco de inundação nessas margens.
O secretário de Gestão, Planejamento e Captação de Recursos, Eduardo Deibler, acredita que a aplicação deste projeto-piloto de revitalização às margens do arroio Bagé, no ponto inicial escolhido, é uma forma de motivar a conscientização da população da importância da preservação ambiental deste local, e que a ideia, a partir daí, pode tomar grande proporções e atingir consequentemente outros pontos da cidade.
A Prefeitura ainda deve realizar ações importantes para reparar integralmente os danos ambientais causados pela retirada das matas ciliares, bem como um projeto para diagnosticar a quantidade e a qualidade dessa recuperação, traçar diretrizes técnicas para correção de conflitos de uso e conservação das margens do arroio, atos educativos, cercamento, fixação de placas informativas e manter a fiscalização constante na área para que não se construa mais nestes espaços. As ações deste projeto devem ter fases com duração de curto, médio e longo prazo.


       

Leia Também:

 

::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::






::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::

 

Central Sul de Jornais - Todos os direitos reservados