::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::
 
::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::
Região Metropolitana
 
Escolha a cidade ou região para localizar
Jornais, Rádios, Prefeituras e ver notícias locais.
 
 












  A - | A +
Região Metropolitana
13/01/2017    Fonte: Prefeitura Municipal de Porto Alegre
GERAL
Atenção especial aos animais domésticos em dias de calor

PORTO ALEGRE - A previsão de que os próximos dias serão ainda mais quentes determina atenção especial com os animais domésticos. Cuidados básicos, como mantê-los nos locais de menor incidência de sol durante o dia, são fundamentais para evitar problemas sérios de saúde. Aos que estão no litoral, muito cuidado com as longas caminhadas. Os passeios habituais, devem ser feitos antes das 10h da manhã e depois das 18h, evitando o período de maior incidência de sol e calor.

A médica veterinária Katia Gueiral Lima alerta que, nesses momentos, é importante não esquecer de levar água para o cão e, em casa, aumentar o número de vasilhas. Caso esteja muito abafado, algumas pedras de gelo tornarão mais refrescante a hidratação dos bichos. Animais de pelagem clara ou rala, também necessitam de protetor solar, para evitar queimaduras e até câncer de pele.

Se estiver muito quente e o animal aparentar desconforto, o tutor pode dar mais de um banho na semana. "Mas sempre utilizando produtos de qualidade e específicos para cães. De preferência que tenham componentes hidratantes e protetores da pele", acrescenta Kátia.

Apetite - É natural a redução do apetite nesses dias. Uma alternativa para manter os animais saudáveis é oferecer alimentação em horários de temperatura mais amena, no início da manhã e à noite. Os animais também gostam de picolés caseiros feitos especialmente com frutas, misturadas com água de coco.

Para facilitar os cuidados, mantenha a pelagem do animal mais curta no verão. Ele sofrerá menos com o calor e o tutor poderá localizar com muito mais facilidade os parasitas típicos da época. Uma boa alternativa é a utilização de telas nas janelas das casas, controlar o lixo e o uso de produtos repelentes contra pulgas e carrapatos.

Assessoria de Comunicação/PMPA


       

Leia Também:

 

::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::
::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::

 

Central Sul de Jornais - Todos os direitos reservados