::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::
 
::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::
Região Sul
 
Escolha a cidade ou região para localizar
Jornais, Rádios, Prefeituras e ver notícias locais.
 
 












  A - | A +
Região Sul
22/06/2016    Fonte: Prefeitura Municipal de Pelotas
SAÚDE
Saúde de Pelotas vence fase estadual do Prêmio InovaSUS/2015

PELOTAS - Duas experiências desenvolvidas em Pelotas pela Secretaria de Saúde (SMS) foram classificadas para a fase nacional do prêmio InovaSUS/2015 e garantiram a primeira e segunda colocações no ranking estadual divulgado pelo Ministério da Saúde. Os projetos "Rede Bem Cuidar: Cocriação de um conceito inovador em atenção primária à saúde" e "Mão de Obra Prisional no SUS - Uma abordagem no combate à discriminação" irão representar Pelotas na etapa nacional, cujo resultado final será divulgado no dia 12 de julho.

A fase estadual do concurso foi aberta a todas as experiências desenvolvidas pelas 497 secretarias municipais de Saúde do Estado. Ao final foram homologadas apenas nove experiências no RS e, entre elas, três foram selecionadas para a fase nacional - sendo que Pelotas ficou com o primeiro e segundo lugares.

A Rede Bem Cuidar foi eleita a melhor experiência em saúde do Estado do Rio Grande do Sul, cujo diferencial é o envolvimento dos usuários, servidores e gestores públicos no processo de qualificação do acolhimento e atendimento dos serviços públicos. A Rede Bem Cuidar é um projeto do Juntos pelo Desenvolvimento Sustentável, programa de melhoria da gestão pública liderado pela Comunitas, que contou com a parceria técnica do Instituto Tellus.

Para a gestora da SMS, Aline Geppert, a colocação inédita para o Município na fase estadual deste prêmio deve ser muito comemorada. "Acredito que o segredo esteja na sensibilidade que o processo de criação da Rede adotou, encarando a saúde para além da prestação de serviços, envolvendo a comunidade, os trabalhadores e a equipe da SMS no desenho do modelo ideal", afirma.

Autor e coordenador da experiência "Mão de obra prisional no SUS", que ficou na segunda colocação no Estado, Leandro Thurow afirma que o reconhecimento do trabalho "aumenta a credibilidade e confiança do projeto e possibilita a outros municípios conhecerem a proposta e seus benefícios sociais".



       

Leia Também:

 

::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::
::::: Central Sul de Jornais ::::: O MAIOR PORTAL DE JORNAIS :::::

 

Central Sul de Jornais - Todos os direitos reservados